newsletter

Válido para compras acima de R$ 800,00 e limitado a 1 uso por pessoa. Não válido para Cadeira UMA, Vale Presentes, Lançamentos, Bazar e Flash Sale.

Bjarke Ingels


Bjarke Ingels é o fundador do ateliê de arquitetura BIG, criado em 2006 em Copenhague. Bjarke Ingels começou sua carreira no Office of Metropolitan Architecture e passou ainda por Rem Koolhaas antes de fundar o PLOT com seu colega Belga Julien de Smedt. O sucesso de Bjarke Ingels começou muito cedo, somando prêmios ainda como estudante. Sua filosofia de trabalho sustenta que existem duas componentes de arquitetura e que cada uma delas tem problemas e dificuldades associadas. E é claro que essa ideia se aplica também ao design moderno. Por um lado, temos a arquitetura cheia de ideias novas e excêntricas, mas muitas vezes inconcretizáveis e utópicas. Do outro, a arquitetura previsível e chata que nunca trará nada de novo. A arquitetura de Bjarke Ingels pretende ficar bem no meio dessas duas arquiteturas: utilizando a análise e rigor para sustentar suas ideias criativas e originais, repletas de ousadia e surpresa. Dentro da criação do pavilhão Dinamarquês na exposição mundial em Shangai 2010, Bjarke Ingels desenvolveu uma série de móveis conceituais, na qual se insere a cadeira Shangai, um móvel colorido e minimalista, que consiste em quatro tiras de madeira prensada. Nessa cadeira, que foi colocada numa das muitas obras-primas do jovem arquiteto, o pavilhão Dinamarquês, podemos nos aperceber da capacidade de Ingels regressar a uma simplicidade sustentável que também carateriza seus projetos. Ingels propõe uma “arquitetura pragmaticamente utópica” em todos os seus projetos, uma mistura ou interseção das tais duas vertentes que ele observa no mundo da arquitetura. Aqui ficam alguns de seus projetos que valem a pena investigar por dentro e por fora : as surpreendentes 8 House, a capacidade técnica empregue nas Walter Towers ou os seus impressionantes Mountain Dwellings. Bjarke Ingels nasceu em 1974 e é dos mais promissores jovens arquitetos. É garantido que ainda vamos ter muito para descobrir desse Dinamarquês ousado!